Blog do Arthur

Filosofraudas

Posted on: 11/11/2010

Segundo o Michaelis, filosofia é o “estudo geral sobre a natureza de todas as coisas e suas relações entre si; os valores, o sentido, os fatos e princípios gerais da existência, bem como a conduta e destino do homem”. Confesso que já tentei me aprofundar um pouco (Nietzsche, Platão, até mesmo Kapra), mas como bom engenheiro achei subjetivo demais… Claro que tenho meus momentos, que até antes do nascimento do Arthur eram mais focados na filosofia de botequim, mas agora expandiu para a filosofia das fraldas, ou com toda criatividade do mundo, filosofraldas…

Como é bom!! – julho 2010

Bom, para começar, minha impressão sobre o que as pessoas com filhos dizem, sobre mudar a vida, mas ser muito bom… Não é muito bom, é muito melhor do que se imagina!! Não dá para descrever. Só vivendo mesmo para sentir. A minha preocupação de ter que mudar a rotina, abrir mão de alguns hábitos e prazeres, totalmente infundada. Isto tudo ocorre naturalmente e sem o menor problema (claro que o fato dele dormir bem à noite quando ele não dorme normalmente é a Cristina que acorda ajuda bastante…). Mas acompanhar o crescimento, cada novo aprendizado e conquista e saber que estou “moldando” sua personalidade e seu futuro é fantástico.

Esta semana um amigo mando uma analogia de casamento e outro complementou que servia também para o filho: ter filho é como entrar em uma piscina com água muuuuito gelada, você entra, finge que está bom e fica chamando todo mundo para entrar junto…  que maldade…. Pior é o segundo, falam para você pular novamente na piscina, que você já acostumou com a água fria, o choque vai ser menor…

Genética, ambiente ou ambos?

O que influencia mais na personalidade e no futuro da criança? Os fatores genéticos ou ambientais (incluindo aí família, amigos, ambiente, etc)?

Eu sempre fui da opinião de que é um pouco de cada, mas tendendo mais para os fatores genéticos (mais ou menos uns 60% genético e 30% família/criação e 10% “outros fatores”). Também nunca pesquisei nada a respeito.

Espero conseguir influenciar positivamente nos 30% possíveis, já que os 60% da genética eu deixo nas mãos de Darwin… (se serve de ponto positivo, nunca fui citado no Darwin Awards… rssss).

Músicas infantis – psicodelismo ou o que??

Não é possível que o Pink Floyd ou o Jefferson Airplane nunca lançaram um disco infantil…  Com os tipos das letras, estão mais para música psicodélica do que para Xuxa Só Para Baixinhos…

“Atirei um limão n´água, de pesado foi ao fundo,

os peixinhos responderam: viva Dom Pedro II”….

Sem comentários….

“Faz três noites, que eu não durmo,

pois perdi o meu galinho….

…. já rodei o Mato Grosso, Amazonas e Pará, …

… encontrei olará meu galinho, olará, no sertão do Ceará”

— Este cara andou tudo isto para encontrar um galinho???

“A barata diz que tem sete saias de filó

é mentira da barata ela tem é uma só…”

— Além do cara conversar com uma barata ele tem tanta intimidade com ela que sabe tudo que ela tem…

“Pai Francisco entrou na roda

Tocando seu violão

Balalan ban ban ban ban balalan ban ban
Vem de lá seu delegado
E Pai Francisco foi pra prisão

Como ele vem todo requebrado
Parece um boneco desengonçado.”

— Coitado do Pai Francisco…

Contos infantis

Acho que todo mundo sabe disto, mas os contos infantis originalmente eram histórias e contos folclóricos adultos. Até mesmo as versões dos Irmãos Grimm eram mais “macabras” que as histórias “felizes para sempre” de hoje em dia. É difícil encontrar as histórias realmente originais porque estas histórias são de um tempo em que elas eram transmitidas basicamente através de comunicação oral. Algumas diferenças das versões originais para as atuais, muito comuns de se encontrar, são, por exemplo:

Os três porquinhos: nela o lobo come os dois primeiros porquinhos e, não conseguindo derrubar a casa do terceiro, ele desce pela chaminé. Como o terceiro porquinho era o mais esperto, ele colocou um caldeirão e o lobo caiu dentro e foi cozido…

Cinderela: Este é legal!! No final, quando o príncipe sai procurando a dona do sapatinho de cristal, as irmãs cortam pedaços dos pés para fazer o pé caber no sapato… o príncipe é alertado por um passarinho e após ele encontrar a Cinderela, este pássaro arranca os olhos das irmãs malvadas…

Chapeuzinho Vermelho: ela é realmente comida pelo lobo. Ponto.

Alguns links sobre o assunto:

http://www.dbskeptic.com/2008/10/27/original-versions-of-classic-fairy-tales/

http://listverse.com/2009/01/06/9-gruesome-fairy-tale-origins/

http://www.dbskeptic.com/2008/11/17/more-original-versions-of-classic-fairy-tales/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: